Blog

Dados pessoais e financeiros nas mãos erradas

Onboarding Digital
Samuel Link
Head Comercial

Instituições financeiras precisam estar sempre um passo à frente dos criminosos digitais, adotando tecnologias avançadas para proteção de dados e resposta a incidentes.

27 Junho 2024 | Quinta-feira 09h15
Nos últimos tempos, relatos sobre vazamento de dados têm se destacado entre os noticiários. Um relatório divulgado pelo Centro de Recursos de Roubo de Identidade (ITRC), em 2022, mais de 421 milhões de pessoas tiveram suas informações pessoais roubadas por cibercriminosos, que representam um aumento de 42% dessas atividades ilegais, sendo que os casos mais expressivos foram os vazamentos vindos de grandes empresas.

No Brasil, nesta última segunda-feira (24 de junho de 2024), uma cooperativa integrante do sistema Sicoob sofreu um ataque hacker, supostamente perpetrado por um grupo de Ransomware. Segundo o portal Security Leaders, os hackers teriam roubado cerca de 1 TB de dados sensíveis, incluindo informações pessoais e financeiras de clientes e funcionários.

Apesar da gravidade do ataque, as operações do sistema da instituição permaneceram funcionando normalmente, com seus protocolos de segurança ativos, com a integridade das informações financeiras dos cooperados preservada. Porém, este cenário realça a vulnerabilidade de muitas instituições frente às ameaças cibernéticas de grande porte, que precisam posteriormente investigar como procedeu o ataque, e também determinar a extensão dos danos. 

Dados podem estar em posse de terceiros!

Com os dados vazados em mãos de golpistas, eles podem realizar ataques altamente sofisticados e direcionados. Por exemplo, informações pessoais roubadas são frequentemente usadas para realizar fraudes em outras instituições, criando um efeito cascata de insegurança. Dados pessoais, detalhes bancários e informações de contato permitem que criminosos falsifiquem documentos e acessem contas de maneira fraudulenta, causando prejuízos financeiros e de reputação incalculáveis.

É importante salientar que o impacto financeiro de fraudes é enorme. Estima-se que as perdas para empresas e consumidores alcancem bilhões de reais anualmente. Fraudes de identidade, como o uso de documentos falsificados para abrir contas ou solicitar crédito, são particularmente preocupantes, sem contar que os fraudadores encontram novas maneiras de explorar vulnerabilidades.

Samuel Link, Head Comercial, destaca a Jornada Rápida e Antifraude da Nextcode, um workflow white label com uma solução antifraude completa, que contempla desde a captura, passando por checagem e finalizando com a validação dos dados, documentos e faces, aplicando técnicas sofisticadas de IA, que vão desde:

   » Identificação do tipo de documento
   » Extração dos dados e validação na Receita Federal
   » Comparação da foto do documento com a selfie
   » Verificação de vivacidade da face de uma selfie
   » Análise automatizada de documentos com IA

Ficou interessado na Jornada Nextcode? Faça um teste gratuito agora mesmo, sem compromisso. O que queremos é preservar a sua segurança, sem deixá-la vulnerável a esses dados.

Clique aqui para saber como implementar de forma rápida este combo de soluções que estão dentro da Jornada Nextcode, e começar a proteger seu negócio agora mesmo!
Compartilhe nas redes
Oferecemos soluções de prevenção a fraudes embarcadas em alta tecnologia para verificação de identidade com agilidade e precisão, análise 100% automatizada. Estamos apoiando as instituições em seus processos de validação cadastral, e acima de tudo, prezando pelo relacionamento com seus usuários, com o propósito de identificar o que é realmente genuíno.

O Onboarding Digital está em nosso DNA. Vem pro Time Nextcode!